segunda-feira, 1 de novembro de 2010

No primeiro discurso após derrota nas urnas, Serra diz que a luta só começou

Reunido com a cúpula do PSDB em São Paulo, às 22h40, José Serra parabenizou Dilma pela vitória e deu a entender que quer voltar a ser candidato nas próximas eleições. No fim do pronunciamento, ele se despediu com um até logo e não com um adeus, como frisou o candidato derrotado em seu primeiro discurso após a confirmação da vitória da petista.             
Discurso do Tucano após derrota
                

José Serra, que perdeu a eleição com uma diferença de 12 mihões de votos, disse ter recebido o resultado das urnas com respeito e cumprimentou Dilma Rousseff pela vitória. "No dia de hoje, os eleitores falaram e nós recebemos com respeito e humildade a voz do povo nas urnas. Quero também cumprimentar a candidata eleita, Dilma, e desejar que ela faça bem para o nosso país".
"Disputei com muito orgulho e sou grato aos 46,600 milhões de brasileiros que votaram em mim", disse emocionado ao agradecer todos os apoiadores. "Eu recebi toda enegia para esta campanha que durou sete meses, desde que sai do governo de São Paulo, e chego hoje na etapa final com mesma enegia que tive ao longo dos dias. O problema agora é como vou fazer para gastar essa energia nos próximos dias", brincou.

Destacou que os partidos que o apoiaram elegeram dez governadores, dos quais apenas um estava ao seu lado naquele momento, o governador eleito de São Paulo, Geraldo Alckmin.

Introduziu em seu discurso as palavras confiança e esperança, que deram a entender sua vontade de tentar, talvez, uma terceira disputa à Presidência. Já no fim, Serra demonstrou mais uma vez que deseja tentar nova eleição quando disse diretamente aos que o consideraram derrotados: "Nós apenas estamos começando uma luta de verdade". "Vamos dar a nossa contribuição como partidos, como indivíduos, parlamentares, como governadores. Essa será a nossa luta nos proximos anos. Por isso minha mensagem não é de adeus, será um até logo. A luta continua e viva o brasil", concluiu Serra.
Logo após encerrar o discurso, o tucano voltou a falar e recitou um trecho do hino brasileiro.

    "Mas, se ergues da justiça a clava forte,
    Verás que um filho teu não foge à luta,
    Nem teme, quem te adora, a própria morte.

    Terra adorada,
    Entre outras mil,
    És tu, Brasil,
    Ó Pátria amada!
    Dos filhos deste solo és mãe gentil,
    Pátria amada,
    Brasil!"
Discurso de Serra, após derrota

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário